Ensino universitário

Centro Universitário Nove de Julho / 2002 – 2007

No ano de 2001, abriu-se uma nova frente de trabalho para mim; fui chamada para fazer parte da equipe de psicólogos que iria pensar a grade de disciplinas de um futuro curso de Psicologia, na UNINOVE.

Trabalhei na UNINOVE por cinco anos; junto com uma equipe de professores montamos a grade curricular do curso de Psicologia; de forma otimista achávamos que o curso por nós idealizado seria “melhor que o da PUC”, uma vez que muitos de nós éramos ex-alunos da PUC-SP e tínhamos críticas e sugestões para uma grade mais equilibrada e arejada. Trabalhei na elaboração do ementário e no ensino das disciplinas de Fenomenologia. Trabalhei também com os alunos dos primeiros estágios, denominados Estágios Básicos: junto a eles desenvolvi propostas de estudo do desenho infantil, da psicologia do monstro, da conversa entre adultos e crianças. Lá desenvolvi um pensamento sobre estagiários em Fenomenologia que nomeei “O Estagiário Zen” – uma estratégia para ensinar a atitude fenomenológica de não-julgamento ao outro, nem tampouco de intervenção na sua vida.

Durou pouco essa liberdade de criação de propostas de estágio; o olhar fenomenológico foi considerado, na lógica positivista operante nos cursos da Área da Saúde, um método “literário”, “poético” e portanto “pouco científico”. Por essa e por outras razões me demiti da UNINOVE em abril de 2007.

Escola Superior de Artes Célia Helena / 2010-2011

Entrei para o corpo docente da Faculdade de Teatro Célia Helena no segundo semestre de 2010; ensinei por dois semestres a disciplina de “Psicologia”. Procurei criar um programa para a disciplina com foco na arte e na possibilidade humana de expressão, criação e sublimação de desejos e impulsos. A disciplina também trabalha a noção de subjetividade: de onde viemos? Quem somos? Como se constitui um “eu”? No segundo semestre de 2011 vou lecionar “Metodologia de pesquisa em artes cênicas”, e pretendo trabalhar de modo a integrar forma e conteúdo, ou seja, pensar a escrita de um projeto de pesquisa, boas questões, montagem de plano de estudo e cronograma: com rigor e vigor.

Centro Universitário Maria Antônia / 2010-2011

Entre dezembro de 2010 e maio de 2011 orientei e coordenei bancas de Trabalhos de Conclusão de Curso no curso de especialização em arte-educação “Linguagens da arte”. Meu foco nas orientações foi a Fenomenologia como método de pesquisa e investigação na área de artes; as palavras-chave deste método são: observar, descrever e analisar reflexivamente o que se viu. Tive a sorte de ser acompanhada nas orientações pela professora de dança e educadora Uxa Xavier, e orientamos, juntas, onze trabalhos na área de dança e educação.

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) / 2012-…

Em março fui aprovada em um concurso para lecionar disciplinas relacionadas à Teoria e ao Ensino do Teatro na graduação em Licenciatura em Teatro da UFMG. Tomei posse no final do mês de maio e desde junho me mudei para Belo Horizonte. Dez anos depois do início de minha atividade profissional como docente universitária, entrei para a UFMG feliz e com muita vontade de trabalhar criando um Diretório de Pesquisa, reunindo pessoas interessadas e dedicadas ao ensino do teatro e nas relações possíveis entre arte, fenomenologia e infância. Fui cadastrada no final de 2013 no Programa de Pós-Graduação em Artes (Escola de Belas Artes da UFMG) e tenho como campos de estudo: processos investigativos da criação cênica a partir da prática etnográfica e processos educativos na interface entre cena contemporânea e educação. A partir de 2015 estabeleci meu grupo de pesquisa: AGACHO / Laboratório de Pedagogias Teatrais.

 

 

4 comments for “Ensino universitário

  1. Helio Roberto Deliberador
    29 de janeiro de 2015 at 13:02

    Marina
    Saudades.
    Estou trabalhando em um programa de estágio básico I para graduandos de psicologia.
    Sugeri teu blog, queria saber se você sistematizou sua “técnica” de observação intitulada “diário de bordo” e publicou algo sobre isso. quero me comunicar com vc.
    Beijos fenomenológicos.
    Helio

    • agachamento
      31 de janeiro de 2015 at 16:17

      Oi Helio! Fui sistematizando aos poucos, vc pode usar a “ferramenta de busca” e procurar: “diário de bordo” / “etnografia” / “etnografia e pesquisa”; no entanto meu trabalho agora está focado nas artes da cena e seu ensino.
      bjo da Marina

  2. Vanessa Dantas
    16 de setembro de 2015 at 02:02

    Oiiii,

    Que bom encontrá-la, mesmo que seja via net….fui da primeira turma de psicologia da UNINOVE.
    Saudadessss
    Vanessa Dantas

    • agachamento
      16 de setembro de 2015 at 10:07

      Que bom Vanessa! Como vai sua vida profissional? Tivemos bons começos na psicologia da Uninove… um abraço
      da Marina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


− 5 = zero