Agachar-se

Agachar-se é ir ao chão, ficar de cócoras, estar muito perto de onde a criança pequena está. AGACHAMENTO propõe ao adulto visitante do sítio agachar-se na direção das crianças, propondo a compreensão de um longo caminho de agachadas. Postura boa para brincar, agachar-se é tentar compreender a criança no seu ponto de vista; é fazer reverência ao modo de ser da criança, gesto de proximidade e de começo de alguma coisa… um agacho!

8 comments for “Agachar-se

  1. Melina Sanchez
    25 de maio de 2011 at 11:33

    Muito bom!

  2. Emilie Sugai
    27 de junho de 2011 at 00:40

    Marina, o agachamento.com é muito especial, seriedade em seu conteúdo e ludicidade em sua forma de existir! valeu a pena o tempo de gestação, agora podemos agachar junto ao site. Parabéns!

    Emilie Sugai

  3. dani donasci
    16 de julho de 2011 at 22:25

    Ótimo.
    Agachar é voltar a atenção ao essencial, estar perto da terra e de todos os orgãos ao mesmo tempo.

  4. 14 de setembro de 2011 at 18:17

    Hoje te vi agachar…
    parecia uma flor renascendo botão.
    Sou adulta, mas posso voltar:
    atitude de sim em um ser que é não.

  5. Ana
    11 de junho de 2013 at 15:39

    Estou feliz por conhecer as coisas que você tem apresentado. Obrigada pela partilha e parabéns!

  6. 13 de julho de 2013 at 22:32

    Ei, Marina

    Agachar é tudo de bom. Já começo de manhã, ainda sem fazer nenhum exercício. Para tomar chá, na cozinha, agachado. Não sento à mesa ou em cadeiras. Ali se inicia o dia.
    E depois, muitas vezes no passar do tempo. Quando estou cansado, agacho. Quando espero esses ônibus de noite, meio no escuro e no deserto, me recolho e agacho. Agachar é coisa de feiticeiro. É início, fim e meio.
    Abraços

  7. Fabíola Moraes
    12 de dezembro de 2016 at 16:32

    Lindas palavras. Gostaria de tê-las para poder descrever o alívio que dá no coração poder sentir um pouco da sua pesquisa sensível, verdadeira, que faz respirar HUMANIDADE dentro do mundo acadêmico. Resta só uma: obrigada.

    • agachamento
      12 de dezembro de 2016 at 18:39

      Fico feliz com seu carinho e cumplicidade, Fabíola! Volte sempre para “praticar agachamento”! Um abraço da Marina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


seis + = 14