Categoria: (auto) biografia

Quero falar de uma coisa

Todos temos nossos Arquivos X Nos meses de outubro e novembro de 2017, acontecerá, na espacialidade de um apartamento em Belo Horizonte, Minas Gerais, um evento teatral. Um rito. Uma pequena obra documental posta em ação. Em janeiro, comecei a…

Fica comigo

Para pessoas em crise 2016 não nos mereceu. Um ano das maiores dificuldades; um ano de tanta coisa impensável sendo pensada; um ano de “paródias”: eleição de Donald Trump nos Estados Unidos, golpes e mais golpes nos brasileiros depois da…

Do que você se ocupa?

No momento em que o Brasil procura por seus rumos, jovens “ocupam” espaços públicos e adultos se pre-ocupam em como trabalhar com esses novos modos de habitar, em diferentes doses e âmbitos, decido escrever algo aqui no Agachamento sobre crianças…

A minha velha tinha uma vaca

Work in process: um modo de ser e estar no mundo Começaram as aulas e me ví revisitando meus grandes temas desde que cheguei na UFMG, com o início da docência universitária no segundo semestre de 2012. Um dos temas…

Ganhamos um Prêmio

No início de fevereiro deste ano, descobri que a Fundação Carlos Chagas promovia um Prêmio, o Prêmio Professor Rubens Murillo Marques (professor retratado na imagem ao lado), para projetos inovadores em quaisquer áreas das Licenciaturas brasileiras. O professor da Licenciatura…

Re-conheci Regina Casé

Re-conheça Regina Casé você também Alguns dias atrás assisti ao filme de Anna Muylaert chamado “Que horas ela volta?”. O filme está bastante comentado e divulgado; aqui, gostaria de dizer algo sobre a atuação de Regina Casé, como a empregada…

Bonita, mas irremediável

Três anos nas Geraes Hoje, 6 de junho de 2015, completo 3 anos de “migração”. Cheguei em Belo Horizonte no dia 6 de junho de 2012, véspera do feriado de Corpus Christi daquele ano. Fui acolhida por minha prima –…

Pitadas de autobiografia

Nunca fui uma loirinha-de-olho-azul Ainda em ressonância/consonância com a postagem anterior, gostaria de dizer algo sobre ser um eu arvorado. Um eu arvorado fica desarvorado quando se angustia ou enraivece…? Ta lá, no dicionário Caldas Aulette da internet, três significados…